ESPORTES

Léo e Mateus Carvalho entram na seleção da 14ª rodada do Brasileiro do prêmio Bola de Prata

Léo e Mateus Carvalho entram na seleção da 14ª rodada do Brasileiro do prêmio Bola de Prata Sexta-feira, 05/07/2024 – 23:53 Mais nova estrela jovem do Palmeiras, o atacante Estêvão vem roubando a cena na equipe de Abel Ferreira após a saída Endrick. Aos 17 anos, a cria da base do Verdão, já vendida ao Chelsea, foi o grande destaque no empate contra o Grêmio, por 2 a 2, pela 14ª rodada do Brasileirão.

Depois de sair perdendo por 2 a 0, o Palmeiras foi buscar o empate com um golaço de Estêvão, de fora da área. Com a ótima atuação, o atacante foi o maior pontuador da rodada no Prêmio ESPN Bola de Prata 2024. Além do gol, Estêvão tentou quatros finalizações, completou cinco dribles e venceu nove duelos.

Na 14ª rodada, tivemos também outros jogadores com grande destaque. Em Belo Horizonte, o atacante Bruno Henrique marcou dois gols e entrou para a seleção da rodada pela primeira vez em 2024. Outro que marcou duas vezes foi o meia Rodrigo Garro, do Corinthians, contra o Vitória. O argentino também figurou na seleção da rodada pela primeira vez.

Na boa vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG, por 4 a 2, quem também brilhou foi o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, que marcou um golaço, terminou no top-5 dos maiores pontuadores da rodada e entrou também na seleção da 14ª. O técnico Tite, do líder Flamengo, foi outro do rubro-negro que entrou na seleção.

A seleção da 14ª rodada ficou assim:

John (Botafogo), Mateo Ponte (Botafogo), Gabriel Xavier (Bahia), Léo (Vasco) e Ayrton Lucas (Flamengo); Mateus Carvalho (Vasco), Rodrigo Garro (Corinthians) e Lincoln (Bragantino); Estêvão (Palmeiras), Bruno Henrique (Flamengo) e Ferreira (São Paulo). Técnico: Tite (Flamengo).

Estêvão foi o melhor da 14ª rodada do Brasileirão no Prêmio ESPN Bola de Prata 2024 Arte ESPN

Na seleção geral do Bola de Prata, após a 14ª rodada, tivemos duas mudanças. Na zaga, Gabriel Xavier, do Bahia, o segundo maior pontuador da última rodada, entrou no lugar do veterano Fernando, do Internacional. Já entre os volantes, Fernandinho, do Athletico-PR, que marcou um gol na derrota para o São Paulo, retomou a liderança, deixando Marlon Freitas, do Botafogo, para trás.

A seleção do Bola de Prata após a 14ª rodada ficou assim:

João Ricardo (Fortaleza), William (Cruzeiro), Gabriel Xavier (Bahia), Bastos (Botafogo) e Piquerez (Palmeiras); Fernandinho (Athletico-PR), Matheus Pereira (Cruzeiro) e De La Cruz (Flamengo); Luciano (São Paulo), Pedro (Flamengo) e Wesley (Internacional). Técnico: Rogério Ceni (Bahia).

O Prêmio ESPN Bola de Prata terá uma novidade em 2024. Diferentemente dos últimos anos, quando a seleção do campeonato era formada no esquema 4-4-2, este ano a seleção dos melhores será mais flexível do meio para frente.

Atrás, serão premiados o melhor goleiro, os dois melhores zagueiros e os dois laterais (direito e esquerdo). Nas outras seis vagas do time ideal, teremos obrigatoriamente um volante, um meia e um atacante. Já os outros três jogadores que entrarão na seleção serão aqueles com as maiores médias, independentemente da posição. Porém, com o limite máximo de 3 jogadores por posição. Assim, poderemos ter, por exemplo, três volantes, dois meias e um atacante, ou 1 volante, 2 meias e 3 atacantes. A cada rodada, o esquema da seleção poderá variar.

Desde 2017, o prêmio conta com a pontuação composta por 40% de estatísticas (o Algoritmo DataESPN) + 60% das notas dos jornalistas.

Fonte: ESPN