Home Mauá Atila Jacomussi e Gaspar são transferidos para o CDP de Pinheiros

Atila Jacomussi e Gaspar são transferidos para o CDP de Pinheiros

1,182

O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), e o ex-secretário de Governo João Gaspar, que foram detidos pela Polícia Federal (PF) na quinta-feira (13), tiveram as suas prisões confirmadas ontem (14), na audiência de custódia, pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). Logo em seguida, os dois foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo.

A audiência de custódia foi necessária porque, diferentemente das detenções de maio deste ano, as prisões realizadas na quinta-feira, tanto de Atila Jacomussi, quanto de João Gaspar, se deram por motivos diferentes. Em maio, quando foram presos pela primeira vez, também pela Polícia Federal na Operação Prato Feito, os dois eram acusados de corrupção e desvio de recursos destinados à merenda escolar.

Agora, na operação Trato Feito, que segundo a PF é uma ramificação da primeira, os dois continuam sendo acusados por irregularidades em contratos de material e uniforme escolar e também por um suposto pagamento de propina para empresários, assessores e 22 dos 23 vereadores da cidade.

O único vereador que não estaria envolvido no esquema de corrupção é Marcelo Oliveira, do PT. A PF vasculhou também os gabinetes dos parlamentares.

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Mauá
Comentários estão bloqueados.

Verifique também

Projeto Meninos e Meninas de Rua promove dia de lazer neste sábado (19) em SBC

No ritmo de férias, o Projeto Meninos e Meninas de Rua (PMMR), de São Bernardo do Campo, p…