Home São Bernardo do Campo Sua conta de luz ficou mais cara: Orlando Morando reajusta em 70,9% Contribuição de Iluminação Pública

Sua conta de luz ficou mais cara: Orlando Morando reajusta em 70,9% Contribuição de Iluminação Pública

25,102

Em setembro de 2017, a Câmara Municipal de São Bernardo do Campo aprovou projeto de lei do prefeito Orlando Morando (PSDB) alterando o cálculo da Contribuição de Iluminação Pública da cidade (CIP) – Lei 6.593/17. Na prática, isso representou um aumento de 70,9% da taxa na conta de energia elétrica, que está sendo cobrado desde janeiro de 2018, e muito provavelmente poucos consumidores residenciais perceberam. Até dezembro, a contribuição era de R$ 7,97 por moradia e passou para R$ 13,62 em janeiro, ou seja, um aumento de quase 71% em uma tacada só na taxa para financiar os custos da iluminação pública da cidade.

Para o comércio e indústria, o aumento foi ainda maior. Com o novo cálculo, o governo Orlando Morando passou a arrecadar quase R$ 5 milhões por mês. A título de comparação, durante a administração de Luiz Marinho, esse valor era de pouco mais de R$ 2 milhões mensais.

Essa contribuição foi criada há vários anos para financiar os custos de iluminação pública da cidade, como a energia consumida, manutenção, iluminação de novas praças, expansão da rede para bairros que ainda não tenham o serviço etc.

Durante o governo de Luiz Marinho, a contribuição não sofreu reajuste. O valor cobria os gastos. Esses cerca de R$ 5 milhões arrecadados hoje, mensalmente, não podem ser utilizados para outra finalidade que não a da iluminação pública, manutenção e expansão da rede.

Como têm sido constantes os reajustes da energia elétrica, o consumidor pode ter colocado esse aumento na conta do governo federal, mas na verdade ele é resultado da política de Orlando Morando e contradiz o seu discurso de campanha de geração de trabalho com isenção fiscal para empregadores. Cada pequeno comércio da cidade já está pagando essa conta.

 

Este é o modelo de governar do PSDB. Seria ótimo algum vereador analisar os contratos de manutenção da rede elétrica de São Bernardo para comparar custos do que foi feito na gestão passada e saber no quê está sendo aplicado esses cerca R$ 5 milhões mensais. Mais de 70% de aumento da contribuição de iluminação da cidade e falta uma explicação.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em São Bernardo do Campo
Comentários estão bloqueados.

Verifique também

Ford fechará em novembro fábrica de São Bernardo. 3,2 mil trabalhadores serão demitidos

A Ford vai fechar as portas de sua fábrica de São Bernardo do Campo em novembro deste ano.…