Início Sua Opinião Mais de 100 planos de saúde fecharam recentemente. Por quê?

Mais de 100 planos de saúde fecharam recentemente. Por quê?

Comentários desativados em Mais de 100 planos de saúde fecharam recentemente. Por quê?
0
6,247

De 2014 até agora, mais de 100 planos de saúde complementar fecharam as portas no Brasil. Existe uma grande dificuldade gerencial em alguns deles, inclusive, pelo vai e vem da economia. O governo começa o ano dizendo que o Brasil vai crescer 4% nos 12 dozes. No primeiro semestre, já se sabe que não vai chegar a 1,5%, porque fizeram uma lei de teto de gastos que está quebrando o país.

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), que controla e supervisiona os planos de saúde, faz uma lambança atrás da outra. No mês passado, permitiu que se cobrasse uma taxa exorbitante de coparticipação dos usuários, dias depois recuou sem explicar o porquê. Autorizou um reajuste de 10% aos planos de saúde, sendo que inflação não chega a 4%.

Aí vemos que este governo ilegítimo de Michel Temer não tem a menor condição de governar o país. Esperamos que, nas eleições de outubro deste ano, entre alguém que tenha política clara sobre isto. E isso só mesmo o eleitor vai poder definir.

Por outro lado, mais de 3 milhões de brasileiros saíram dos planos de saúde privada. Primeiro, pelo péssimo atendimento, prédios maravilhosos, mas só tem médico estagiário ou sexagenário, sempre com mal humor, e ganhando uma miséria. Atendente com excesso de trabalho e baixos salários e, muitas vezes, mal qualificados para aquilo que fazem.

Estes 3 milhões são vítimas do desemprego de alguém da família, que impede que consigam pagar o plano sem que o dinheiro faça falta para outras necessidades. E estes 3 milhões vão buscar atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), sobrecarregando os prontos-socorros, as UPAs, os hospitais púbicos etc., deteriorando ainda mais o trabalho nestes locais já deteriorados por conta dos mais variados tipos de cortes.

E vem o governo federal com a lei do teto, que é uma lei que congela investimentos sociais nos próximos 20 anos (não aumenta o gasto público acima da inflação) e corta orçamento da saúde em diversas frentes. Falta vacina, falta remédio, não repõe funcionário que se aposenta e assim o cenário a cada dia vai se deteriorando mais e mais.

Esta lei feita pelo governo Temer foi aprovada no Congresso por deputados federais. Aqui na região, temos dois deputados em Brasília. O deputado Vicentinho, que foi contra este limite de gastos porque sabia que daria nisso, e o deputado Alex Manente, que votou a favor do congelamento. Se ele não sabia que ia dar nisto, não deveria ter votado, ou melhor, não deveria ser deputado sem saber o que causa uma lei aprovada.

Quem encontrá-lo pedindo votos para se reeleito, cobre isto dele. E aproveite para questionar por que ele disse que votaria a favor da reforma da Previdência de Temer. Será que ele não sabe o mal que ela lei fazer causar aos trabalhadores na hora de se aposentarem?

* Tarcisio Secoli é economista e ex-secretário de Coordenação Governamental e de Serviços Urbanos da Prefeitura de São Bernardo do Campo

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Sua Opinião
Fechado para comentários

Veja também

Bolsonaro complica situação ao tentar explicar depósito na conta da mulher

A menos de um mês de sua posse, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), seus filhos e su…