Início São Bernardo do Campo Orlando Morando extingue folga quinzenal de servidores da saúde e segurança em regime de 12 x 36 horas

Orlando Morando extingue folga quinzenal de servidores da saúde e segurança em regime de 12 x 36 horas

Comentários desativados em Orlando Morando extingue folga quinzenal de servidores da saúde e segurança em regime de 12 x 36 horas
2
17,417

O prefeito Orlando Morando (PSDB) acabou com direitos dos trabalhadores da área da saúde e da segurança urbana de São Bernardo. Os profissionais das duas áreas, que trabalhavam em regime de 12 x 36 horas, perderam suas folgas quinzenais. Junto com esse direito conquistado há mais de 22 anos, o prefeito tucano também cortou o direito às horas extras com pagamento de 100% aos domingos e feriados.

Mesmo com protestos do Sindicato dos Servidores Municipais de São Bernardo (SindServSBC), o projeto de Orlando Morando foi aprovado, na quarta-feira (1), pela Câmara Municipal por 18 votos favoráveis.

“Esse foi mais um presente de grego que Orlando Morando deu para nós que trabalhamos em duas áreas essenciais do governo. Nosso estatuto foi totalmente atropelado”, disse, indignada, uma enfermeira que trabalha há mais de 10 anos, em regime de 12 x 36 horas, na Prefeitura de São Bernardo.

De acordo com o sindicato da categoria, manobra da Prefeitura não permitiu uma avaliação criteriosa por parte dos vereadores. A vereadora Ana Nice (PT) pediu o adiamento da votação por três sessões, mas foi ignorada pela base de Orlando Morando. Em outra tentativa de mediação, o vereador Tião Mateus, também do PT, solicitou o adiamento por uma sessão, que também não foi aprovado.

Os vereadores da oposição, em conjunto com o sindicato, ainda propuseram emenda que favorecesse os trabalhadores, mas foi rejeitada da mesma maneira que as outras ações. O SindServSBC tentou, ainda, usar a tribuna livre para defender o ponto de vista dos servidores, mas sequer a possibilidade foi avaliada pelos vereadores da base de sustentação do prefeito.

Veja a lista dos vereadores que aprovaram o projeto de Orlando Morando:

Alex Mognon – PSDB
Ary de Oliveira – PSDB
Aurelio – PTB
Bispo João Batista – PRB
Eliezer Mendes – PODE
Estevão Camolesi – PPS
Fran Silva – Solidariedade
Gordo da Adega – PC do B
Índio – PR
Ivan Silva – Solidariedade
Jorge Araújo – PHS
Juarez Tudo Azul – PSDB
Martins Martins – PHS
Mauro Miaguti – DEM
Pastor Zezinho Soares – PSDB
Rafael Demarchi – PRB
Ramon Ramos – PDT
Toninho Tavares – PSDB

 

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em São Bernardo do Campo
Fechado para comentários

Veja também

Travesti é assassinada a facadas sob os gritos de ‘Bolsonaro vai matar viado’

A população LGBTI+ do ABC acordou na segunda-feira (22) com a notícia de um assassinato br…