Início Sua Opinião Editora Abril, da revista Veja, em maus lençóis. Por quê?

Editora Abril, da revista Veja, em maus lençóis. Por quê?

0
0
4,522

No dia 19 de julho, a grande imprensa anunciou que os herdeiros dos Civita foram afastados da gestão do Grupo Abril e, em seu lugar, foi colocada uma empresa especializada em administrar grupos em situação falimentar. A situação dos editores da revista Veja, e de muitos outros títulos, já vinha com graves problemas, há algum tempo. Com a crise, a partir do golpe dado contra a presidenta Dilma Rousseff, a situação do Brasil se agravou e junto com ela vários que defenderam o golpe estão agora em situação crítica.

A Veja se posicionou, há muito tempo, contra tudo o que há de gestão moderna e que poderia trazer aos brasileiros uma situação de vida melhor. Fizeram varias campanhas de difamação contra Lula, em especial, e o PT, em particular, muitas notícias falsas publicadas, sempre querendo destruir quem olhava para o povo mais sofrido.

Fizeram várias campanhas contra as empresas públicas, pediram a todo momento pela privatização, bradaram ao mundo contra a corrupção, divulgaram o pato amarelo da Fiesp, inflaram o movimento de julho/13 para botar o povo contra os governantes e deram, assim, muitos tiros no pé.

As estatais e governos é que bancavam a revista. É só ver quantas paginas de Petrobras, Banco do Brasil, Caixa havia em cada revista. Falaram da corrupção e nadaram no dinheiro que o ilegítimo Temer mandou para se garantir no governo e aprovar as reformas que acabaram com direitos sociais dos brasileiros, continuou aceitando publicidade de governos estaduais atolados em denúncias de corrupção como os de São Paulo, e com este dinheiro se calaram vergonhosamente com o assalto que estes governos fizeram à pátria.

Se tornaram os porta vozes da direita brasileira e continuavam dizendo que faziam um jornalismo independente, mentiram à vontade enganando cada vez menos gente, que aos poucos foram vendo uma revista panfletaria sem conteúdo crítico e sem jornalismo. Abrigou em suas páginas colunistas a peso de ouro só para falar mal dos governos progressistas.

E esta direita deu foi uma “banana” pra eles. Agora, vão administrar a falência, ou se conseguirem não falir, já tiraram os donos deste mal jornalismo do comando da empresa. Várias revistas do grupo deixaram de serem publicadas, muitos trabalhadores que acreditaram em seus patrões serão demitidos e muitos fornecedores comerão o pão que o diabo amassou para receber seus créditos.

Esta burguesia brasileira é assim mesmo, prefere morrer a dar o braço a torcer. Vários outros empresários mesquinhos assim vão pra o mesmo caminho. Este capitalismo regrado pelo capital financeiro não poupa seus puxa-sacos.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Sua Opinião

Deixe uma resposta

Veja também

Imprensa mundial repercute decisão da ONU sobre direitos políticos de Lula

A decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU, de acolher pedido liminar para que o Estad…