Início Mauá Prefeitura de Mauá decreta estado de calamidade financeira 

Prefeitura de Mauá decreta estado de calamidade financeira 

0
0
2,636

A Prefeitura de Mauá decretou ontem (6) estado de calamidade financeira da administração. O decreto ressalta que a cidade está endividada e que a arrecadação do município não tem sido suficiente para cobrir as despesas obrigatórias, os programas e ações de governo.

A administração solicita no documento que as secretarias e autarquias diminuam gastos e rompam contratos para reduzir despesas. Na próxima semana, a Prefeitura deve enviar um ofício aos governos federal e estadual pedindo recursos complementares.

Entretanto, de acordo com a Lei Eleitoral, a partir deste sábado (7), fica proibida a transferência de recursos por parte da União e dos estados, a não ser em situações de emergência e calamidade pública.

Segundo a Prefeitura, o decreto de calamidade financeira não prejudicará os serviços municipais, mas muitos já estão afetados, como o Hospital Municipal Nardini, que cancelou todas as cirurgias agendadas por falta de material.

Mauá está sendo administrada pela vice-prefeita Alaíde Damo (MDB), desde maio, quando o prefeito Átila Jacomussi (PSB) foi preso. Ele é acusado de lavagem de dinheiro e de participar de um esquema que desviou verba da merenda escolar da cidade.

O socialista está solto desde o dia 15 de junho após o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes ter concedido habeas corpus. Porém, o Tribunal Regional Federal determinou que Atila se mantenha afastado por tempo indeterminado do cargo de prefeito.

 

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Mauá

Deixe uma resposta

Veja também

Deputados vão denunciar Bolsonaro por crime de incitação à violência

Os deputados da bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa de São Paul…