Início Categorias Cidades Dirigente da FUP diz que megaleilão do pré-sal é ‘saque à nação brasileira’

Dirigente da FUP diz que megaleilão do pré-sal é ‘saque à nação brasileira’

Comentários desativados em Dirigente da FUP diz que megaleilão do pré-sal é ‘saque à nação brasileira’
0
3,842

Um dia após a Câmara dos Deputados ter aprovado o Projeto de Lei 8.939/2017, que autoriza a Petrobras a fazer um megaleilão do pré-sal descoberto na Bacia de Santos, João Antônio de Moraes, da direção da Federação Única dos Petroleiros (FUP), lamentou a decisão em entrevista exclusiva à Rádio Brasil Atual. Ele disse que os parlamentares permitiram um verdadeiro “saque à nação brasileira”.

“Não tem como não ficar muito triste, muito indignando, com esse saque indescritível ao Brasil. Só em nações em guerra que isso acontece. Foram quase 300 deputados que saquearam 200 milhões de habitantes”, avaliou o petroleiro.

Com 217 votos a favor e 57 contra, além de quatro abstenções, deputados permitiram a Petrobras a negociar com outras empresas parte dos seus direitos de exploração do pré-sal na Bacia de Santos. A área foi cedida pela União em 2010, por meio da chamada cessão onerosa, com a Lei 12.276, de 2010, limitada à extração de cinco bilhões de barris equivalentes de petróleo. Pelo projeto, a estatal pode transferir até 70% de seus direitos.

Para Moraes, a medida aprovada ontem pela Câmara significa um desperdício de recurso natural para o qual os petroleiros se esforçaram muito. “Eu quero lembrar que por mês morre um trabalhador brasileiro para que a gente consiga chegar até o pré-sal. Muitos brasileiros deram a vida, entregaram o próprio sangue, para que a gente construísse a Petrobras e tivesse essa riqueza. Entretanto, agora, os deputados se julgam no direito de desperdiçar o futuro de gerações. É isso que nós estamos vivendo.”

O petroleiro destaca ainda que o pré-sal é hoje a grande possibilidade de o Brasil ter um salto de qualidade de vida. Em sua avaliação, transferir esse recurso para empresas estrangeiras significa abrir mão dessa possibilidade. “Não existe uma única nação no mundo que tenha conseguido utilizar o recurso do petróleo, quando operado por empresas privadas, para transformar essa fonte de riqueza em bem para o seu povo. Nós temos nações com muito petróleo e extremamente pobres como a Nigéria, a Angola e países do Oriente Médio”, pontua o dirigente.

Moraes lembra que a Noruega era o país mais pobre da Europa até os anos 1970, quando foram descobertos o petróleo e o gás no mar do norte. “Nesse período foram desenvolvidas medidas de controle por meio do Estado. A principal delas foi estruturar a empresa estatal, a Statoil. Hoje a Noruega é o país com o melhor IDH da Europa. A Noruega tem o povo mais rico da Europa com o dinheiro do petróleo e do gás.”

Por fim, o petroleiro Moraes enfatizou que o povo brasileiro precisa saber que o preço na bomba de gasolina é reflexo das medidas privatizante do ilegítimo governo Temer. “O brasileiro está pagando caro na gasolina e no gás de cozinha porque eles estão preparando o terreno para os estrangeiros que estão se instalando aqui. O governo Temer está destruindo a nossa estatal que fornece o combustível a um preço muito melhor para o povo brasileiro.”

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Cidades
Fechado para comentários

Veja também

Deputados vão denunciar Bolsonaro por crime de incitação à violência

Os deputados da bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa de São Paul…