Início Sua Opinião É prática do PPS vereadora da capital empregar família em prefeituras tucanas e ajeitar amigos?

É prática do PPS vereadora da capital empregar família em prefeituras tucanas e ajeitar amigos?

Comentários desativados em É prática do PPS vereadora da capital empregar família em prefeituras tucanas e ajeitar amigos?
0
3,383

O PPS, partido da base de sustentação do ilegítimo Michel Temer, em Brasília, e de Geraldo Alckmin, em São Paulo, tem uma vereadora em São Paulo – Soninha Francine – que gosta muito de ajudar um certo “segmento” da sociedade. Nesta semana, jornais deram destaques para essa parlamentar pelo que ela não fez pela população e sim por sua família e amigos.

Dois apoiadores de sua campanha, que fizeram doação eleitoral para a candidata, foram beneficiados com indicações da parlamentar para a Prefeitura de São Paulo enviar R$ 100 mil para uma e R$ 160 mil para outra. O interessante ainda é que uma destas organizações é dirigida por assessor parlamentar de um deputado do PPS.

Além disso, a vereadora do PPS arrumou emprego em prefeituras do PSDB para seu pai, sua mãe e suas duas filhas. Soninha alega que foi por competência que eles foram nomeados. A família é competente só nos governos tucanos? Por que será que não prestaram concursos públicos e disputaram cargos como todo mundo? Aí, sim, veríamos a tal competência.

O curioso é que o PPS se “vangloria” de ser um partido ético (quando isso é obrigação), a favor da Ficha Limpa e que tem até um deputado federal do ABC – Alex Manente – que quer mudar a Constituição para que condenados em segunda instância na Justiça possam ser presos. Este deputado é o mesmo que aprovou a reforma trabalhista (acabando com direitos dos trabalhadores) e também votou a favor da terceirização, alegando que as duas medidas gerariam empregos. Você que é trabalhador sabe na prática o quanto estas duas leis são danosas aos assalariados.

Hoje, com as duas reformas aprovadas, o Brasil bate o recorde de desemprego. Alex Manente também iria votar a favor da reforma da Previdência, que só não avançou no Congresso Nacional graças à luta do povo brasileiro. Este é o deputado federal que anda por São Bernardo e o Estado de São Paulo em busca de votos para ficar em Brasília por mais quatro anos.

Esse é um retrato do que faz o PPS. A denúncia envolvendo a vereadora Soninha tem três dias e o partido ainda não se pronunciou. A cobrança da ética vale apenas para os outros? E o deputado Alex Manente também não vai se pronunciar?

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Sua Opinião
Fechado para comentários

Veja também

Deputados vão denunciar Bolsonaro por crime de incitação à violência

Os deputados da bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa de São Paul…