Início Diadema Trabalhadores da Mastermag, em Diadema, entram em greve

Trabalhadores da Mastermag, em Diadema, entram em greve

Comentários desativados em Trabalhadores da Mastermag, em Diadema, entram em greve
0
1,374

Os trabalhadores da Master­mag, em Diadema, entraram em greve após reprovarem as duas propostas de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) apresentadas pela empresa. “Durante a assembleia, os trabalhadores recusaram o primeiro valor anunciado. Logo após isso, a representação foi chamada pela diretoria da metalúrgica, que apre­sentou uma nova proposta, também rejeitada pelo chão de fábrica”, disse o coordenador de área Antônio Claudiano da Silva, o Da Lua.

O aviso de greve foi protocolado pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC no último dia 18. A mobilização é contra a intransigência da direção da empresa que, até então, não havia apresentado nenhuma propos­ta de PLR.

 

Bom dia, presidente!

Antes do início de assembleia, rea­lizada na terça (5), os trabalhadores da Fasteel, também de Diadema, deram um caloroso “Bom dia!” ao ex-presidente Lula, preso na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, e em seguida apro­varam a entrega do aviso de greve à direção da empresa. Segundo o CSE na fábrica, Jurandir Sousa de Oliveira, o Abençoado, a direção vem alegando dificuldades financeiras e há cinco anos não paga PLR.

“O chão de fábrica tem feito muita hora extra, sabemos que a produção está em alta, mas a direção insiste no discurso de que a situação está ruim e não apresenta proposta. Estão condicionando o pagamento da PLR à retirada do restaurante e também querem mudar o convênio médico. Os trabalhadores não aceitam e estão mobilizados”, disse.

 

Ribeirão Pires

Na Ugimag, em Ribeirão Pires, também foi aprovada a entrega do aviso de greve, durante a assembleia realizada na terça (5), já que a direção não está cumprindo os acordos negociados com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

“A empresa está atrasando o paga­mento de salários, convênio médico e FGTS. Como a pauta que apre­sentamos no início do ano não está sendo cumprida, os trabalhadores decidiram pela mobilização”, contou o CSE na fábrica, Santino Braz de Oliveira, o Dino.

Já na Aperam, o acordo de PLR foi aprovado pelos trabalhadores durante assembleia no último dia 29. A 1ª parcela será paga em setembro e a 2ª em março de 2019.

 

Crédito da foto: Adonis Guerra

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Diadema
Fechado para comentários

Veja também

Saúde natural é tema de encontro hoje, às 19h, no Vivaldi

O Fórum Regional de Economia Solidária vai realizar hoje, às 19h, na Igreja de Vila Vivald…