Home Sem Categoria Campanha Oceano sem plástico. Participe!

Campanha Oceano sem plástico. Participe!

3,835

Na semana de 4 a 11 de junho, a ONU Meio Ambiente vai fazer uma forte campanha no Brasil para conscientizar a população sobre o uso indiscriminado do plástico como produto de embalagem e seu descarte irregular. Na última década, se produziu no mundo mais plástico do que no século passado inteiro. A cada minuto, um milhão de garrafas plásticas são produzidas. Águas, sucos, refrigerantes e outras bebidas impulsionam este mercado. Hoje, segundo dados científicos, 90% da água engarrafada contém microplástico, também encontrado em boas quantidades no sal marinho.

De todos os plásticos produzidos, cerca de 13 milhões de toneladas vão parar nos oceanos. E cada vez chega mais plástico ao mar. Não estamos mais falando em morte de peixes, tartarugas ou baleias por ingestão de plástico pensando ser alimento. Agora, está virando coisa de saúde pública.

As pessoas pensam que, depois de 100 ou 200 anos, o plástico se decompõe e some. A decomposição não é sinal de sumiço. Ele vai se transformando em partículas menores, mas não deixa de existir. É por isso que todas as águas minerais contêm fibras de plásticos. Invisíveis a olho nu, estão indo parar no aparelho digestivo. E pela rapidez, não há defesa no organismo que impeça de fazer mal à saúde do homem.

As campanhas ensinam a reutilizar, reduzir e reciclar estes materiais. Seria ótimo se todos reciclassem de fato os plásticos que passam pela sua vida. Ele serviria de matéria-prima para novos produtos. Pena que pouca gente o faça. Melhor seria não comprar nada que tivesse este produto, ou comprar produtos biodegradáveis – que não usam plásticos derivados de petróleo e sim de outras fontes vegetais que não causariam estes problemas.

Esta semana, a ONU vai debater este problema que já é considerado de saúde pública e que todos precisam conhecer. Se não conseguir reciclar, não compre produtos que tenham plástico em sua composição ou embalagem. Faça a sua parte, preserve o mundo para as gerações futuras.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Sem Categoria
Comentários estão bloqueados.

Verifique também

Posse de armas: histórias de quem quase matou ou quase morreu

“Historinhas de armas” tomaram conta das redes sociais desde que o presidente Jair Bolsona…