Home Sua Opinião Pacote do veneno: não podemos ficar alheios a projeto que libera uso de agrotóxico

Pacote do veneno: não podemos ficar alheios a projeto que libera uso de agrotóxico

3,419

Está em votação no Congresso Nacional uma mudança, significativa, para a produção de alimentos. Os ruralistas e as indústrias químicas querem mexer na legislação em vigor não para nos dar mais proteção, mas sim para liberar o uso de agrotóxico na agricultura. O Brasil já é hoje o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. O equivalente a seis quilos por habitante. Muitos agrotóxicos usados por aqui já são proibidos em vários países. Aliás, aqui ainda se pode pulverizar com aviões, pratica proibida na Europa há cerca de 15 anos.

Esse consumo excessivo de veneno, além de causar problemas de saúde aos agricultores, está poluindo nosso lençol freático, nossas nascentes e a própria terra. Já há estudos que apontam que vários tipos de câncer têm ligação com o consumo de alimentos contaminados com estes produtos químicos.

Os deputados ruralistas querem retirar o nome de agrotóxico e colocar “produto fitossanitário”. Fito significa planta, sanitário, saúde. Qual o sentido de dar este nome para veneno? Querem esconder o quê? Querem beneficiar quem?

Chega de veneno no nosso prato. Esta é a campanha que cada um de nós temos que fazer. No momento em que aumenta o consumo de produtos orgânicos, que as pessoas começam a ter consciência sobre a importância de uma alimentação saudável, vem esta bancada, que só pensa nela, trazer mais retrocessos para o Brasil. Faça este debate com sua família, com seus colegas de trabalho, em sua escola.

Vamos barrar este projeto, a mobilização popular vai influenciar deputados neste ano de eleições. Não vote em deputado federal que defenda esta ideia. Entre no site chegadeagrotoxicos.org.br e vote contra este projeto de morte. Incentive outros a fazerem o mesmo. Se você tem contato com algum deputado federal, ligue pra ele e diga que não quer ver isto aprovado. Faça a sua parte!

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Sua Opinião
Comentários estão bloqueados.

Verifique também

Posse de armas: histórias de quem quase matou ou quase morreu

“Historinhas de armas” tomaram conta das redes sociais desde que o presidente Jair Bolsona…