Início Categorias Cidades Movimento LGBTI+ faz ato dia 27, no Largo do Arouche, pela democracia e o direito de viver

Movimento LGBTI+ faz ato dia 27, no Largo do Arouche, pela democracia e o direito de viver

Comentários desativados em Movimento LGBTI+ faz ato dia 27, no Largo do Arouche, pela democracia e o direito de viver
0
3,431

O Brasil é, infelizmente, um dos países mais violentos do mundo para a população LGBT. Somente em 2017, 445 lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis (dados do GGB) foram mortas em todo o país por crimes motivados por LGBTI+fobia, somente este ano já foram contabilizados 142 casos, as vítimas são, em sua grande maioria, travestis e transexuais.

A expectativa de vida desta parte da população é de 35 anos, ainda menor do que países em situação de miséria. Sabemos que a violência de modo geral em nosso país cresce assustadoramente, não descolada da crise mundial do capitalismo que fortalece os valores conservadores, patriarcais e gera, cada vez mais, violência àquelas que não se encaixam nos padrões de sexualidade e gênero.
A Democracia é um dos patrimônios mais valorosos do nosso povo, sofremos em 2016 um golpe imperialista e neoliberal, que nos seus primeiros dias de vigência atacou diretamente a população LGBTI+ e as demais populações vulnerabilizadas por conta da classe, da raça e do gênero, exterminando direitos de toda ordem e por consequência aprofundando o abismo social e econômico.
O fascismo já demonstra a que veio, a prisão arbitrária e ilegal de Lula, por exemplo, aprofundou drasticamente a ferida do já frágil Estado Democrático de Direito e expôs todas nós as mesmas arbitrariedades, ou a abusos piores. A execução de Marielle expressa a que níveis nosso país tem chegado de fechamentos o regime político e excludente das e dos LGBTI+’s nos espaços de status e poder.

O objetivo daqueles que praticaram estes atos não era atingir somente estas figuras, mas amedrontar todas e todos que lutam por um país com menos desigualdade e menos ódio. Nós somos ideias, não é possível nos parar. Trata-se de nos unirmos à luta e promover a redução radical das desigualdades econômicas, raciais e de gênero.
Com esse sentimento de indignação e força, convidamos todas e todos LGBTI+ e a população que acredita em uma sociedade mais justa e igualitária para o ato Pela Democracia e pelo Direito de Viver, que será realizado no dia 27 de maio, a partir das 14h, no Largo do Arouche, em São Paulo.

Assinam o evento:

ABGLT, ARTGAY, PT, PCdoB, PDT, PSOL, CUT, CTB, INTERSINDICAL, FEM, CNM, CMP, MTST, UNE, UBM
Marcha Mundial das Mulheres, RUA UJS /UNALGBT, Juventude Manifesta/PSOL, SINDICATO DOS ADVOGADOS Do Estado de São Paulo, APEOESP, SINDICATO DOS METROVIÁRIOS, SINDICATO DOS BANCÁRIOS, AMAPO, INSTITUTO OMINDARÉ
AMAÍ, Kizomba, Levante Popular da Juventude, Grupo Lambda LGBT, AFUSE, MST, Rede periférica LGBT, Familia Stronger
Círculo Palmarino, SINDSEP, Enegrecer – Coletivo Nacional de Juventude Negra, IBRAT, Coletivo Para Todos e Sindicato Metalúrgicos do ABC

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Cidades
Fechado para comentários

Veja também

Imprensa mundial repercute decisão da ONU sobre direitos políticos de Lula

A decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU, de acolher pedido liminar para que o Estad…