Início Diadema Vigia de escola infantil de Diadema é suspeito de abuso sexual

Vigia de escola infantil de Diadema é suspeito de abuso sexual

Comentários desativados em Vigia de escola infantil de Diadema é suspeito de abuso sexual
0
1,766

Grupo de mães com filhos matriculados na Emeb Carolina Maria de Jesus, no Jardim Inamar, em Diadema, acusa o guarda da escola de abusar sexualmente de uma menina de 4 anos. A Delegacia da Mulher da cidade está investigando o suposto abuso.

O caso está gerando revolta e, nesta semana, várias mães protestaram na escola exigindo apuração do caso. A alegação é a de que o vigia da unidade, funcionário de uma empresa terceirizada, teria molestado a criança. O funcionário está afastado até que o resultado do exame de corpo de delito fique pronto.

“Estamos em pânico com a situação. Está muito difícil controlar os ânimos e, por isso, fomos até a escolar exigir uma resposta. Tudo indica para o guarda, mas também pode ser outro funcionário. Vamos esperar o resultado do exame, mas até lá não vamos mandar nossas crianças para escola”, relatou a mãe que enviou ao ABCD Maior o vídeo abaixo do protesto.

Em grupo de WhatsApp criado pelas mães, os relatos são de que a garota teria repetido por diversas vezes “foi o tio da portaria, o guarda da escolinha”.

Segundo a delegada titular da Delegacia da Mulher, Renata Lima de Andrade Cruppi, as investigações do caso estão no início e, segundo ela, foram tomadas todas as precauções para preservar a integridade da criança.

A aluna passou por exames e avaliação psicológica e terá de realizar reconhecimento facial do suposto agressor. Procurada, a Secretaria de Educação de Diadema informou que tomou “as medidas administrativas cabíveis” e que aguarda conclusão da investigação policial.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Diadema
Fechado para comentários

Veja também

Lula: ‘Parece que não bastou me prender. Querem me calar’

Em artigo publicado na Folha de S.Paulo, o ex-presidente critica decisão da juíza de não p…