Início Santo André Escola Livre de Teatro de Santo André entra em greve por falta de verba e atrasos de salários

Escola Livre de Teatro de Santo André entra em greve por falta de verba e atrasos de salários

Comentários desativados em Escola Livre de Teatro de Santo André entra em greve por falta de verba e atrasos de salários
0
2,345

Os profissionais da Escola Livre de Teatro de Santo André paralisaram as atividades na instituição por conta de atrasos de pagamento de salários e a interrupção do repasse de verbas para a instituição. Segundo funcionários, a Secretaria de Cultura abandonou os Projetos de Formação Cultural desenvolvidos no município.

Os trabalhadores decidiram iniciar a greve depois que a pasta emitiu comunicado informando que o modelo de contratação dos professores e desenvolvimento das aulas do curso seriam modificados a partir do segundo semestre deste ano.

A Escola Livre de Teatro de Santo André funciona há pelo menos 28 anos. Os mais de 24 membros que atuam no projeto seguem sem receber salário, totalizando uma dívida de R$ 107.310 e sem renovação de contrato.

A coordenadora pedagógica do curso, Patrícia Gifford, disse que não há aulas a partir do momento em que o projeto não é amplamente debatido entre os 230 aprendizes, corpo docente, coordenação e toda classe artística.

Patrícia destaca ainda que busca diálogo com a secretaria para manter os núcleos ativos, pois, segundo ela, são de suma importância para a cidade. “É um projeto cultural gratuito e devia ser a menina dos olhos da secretaria. Estamos trabalhando por amor à arte e à escola.”

Segundo funcionários, a administração do prefeito Paulo Serra (PSDB) precisa rever o tipo de contratação de professores, já que, na forma vigente, são descritos como prestadores de serviço, o que não protege de possíveis atrasos salariais e falta de estabilidade.

Em nota, a Prefeitura de Santo André respondeu que há várias questões envolvendo as atividades da Escola Livre de Teatro que vão desde problemas estruturais à crise financeira.  Segundo o Paço, os pagamentos de salários de professores com vencimento até janeiro foram liquidados e os vencimentos após esta data estão com pagamento a serem processados de acordo com o fluxo financeiro da Prefeitura.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Santo André
Fechado para comentários

Veja também

Esquece CPMF. Proposta econômica de Bolsonaro é muito pior (para os pobres)

Nesta semana, todas as atenções se voltaram para a declaração de Paulo Guedes, guru financ…