Início Diadema Sindema acusa governo Lauro Michels de calote no pagamento de férias de servidores

Sindema acusa governo Lauro Michels de calote no pagamento de férias de servidores

Comentários desativados em Sindema acusa governo Lauro Michels de calote no pagamento de férias de servidores
0
2,039

O Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema (Sindema) usou o seu site institucional para acusar o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), de calote no pagamento de férias dos servidores municipais da cidade.

Segundo a entidade, no fim de dezembro de 2017, a Prefeitura deixou de pagar aos servidores estatutários um terço de férias sobre a média de horas extras e jornada suplementar, realizadas no decorrer do ano, e no dia 31 de janeiro de 2018 também não efetuou o pagamento referente a esta média do salário do mês.

Ainda de acordo com o Sindema, os funcionários cumprem jornada suplementar ou realizaram horas extras porque necessitam do complemento aos salários que estão defasados.

Nos meses de dezembro e janeiro, esse complemento ­ financeiro é destinado às despesas de início do ano, porém, no ­ fim de 2017 e início de 2018, foram “surpreendidos” com ações da Administração que, de forma arbitrária e desrespeitosa, sem aviso prévio, mudou as “regras do jogo quando este já havia sido jogado”, alterando a forma de cálculo para pagamento das férias.

Além dos professores estatutários que fazem jornada suplementar, foram afetados pelas mudanças os servidores estatutários de outros setores já que a média de horas extras realizadas no ano não será mais paga por ocasião das férias e sobre ela não haverá o pagamento do terço de férias.

“Repudiamos mais essa ação que visa precarizar ainda mais as relações de trabalho e retirar direitos dos servidores e já estamos tomando todas as medidas jurídicas cabíveis para que os servidores atingidos tenham respeitados os seus direitos”, informa o comunicado do Sindema.

 

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Diadema
Fechado para comentários

Veja também

TCE suspende, mais uma vez, licitação de Orlando Morando para coleta de lixo em São Bernardo

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu, mais uma vez, a licitação do prefeito Orla…