Início Diadema Sindema acusa governo Lauro Michels de calote no pagamento de férias de servidores

Sindema acusa governo Lauro Michels de calote no pagamento de férias de servidores

0
0
1,566

O Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema (Sindema) usou o seu site institucional para acusar o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), de calote no pagamento de férias dos servidores municipais da cidade.

Segundo a entidade, no fim de dezembro de 2017, a Prefeitura deixou de pagar aos servidores estatutários um terço de férias sobre a média de horas extras e jornada suplementar, realizadas no decorrer do ano, e no dia 31 de janeiro de 2018 também não efetuou o pagamento referente a esta média do salário do mês.

Ainda de acordo com o Sindema, os funcionários cumprem jornada suplementar ou realizaram horas extras porque necessitam do complemento aos salários que estão defasados.

Nos meses de dezembro e janeiro, esse complemento ­ financeiro é destinado às despesas de início do ano, porém, no ­ fim de 2017 e início de 2018, foram “surpreendidos” com ações da Administração que, de forma arbitrária e desrespeitosa, sem aviso prévio, mudou as “regras do jogo quando este já havia sido jogado”, alterando a forma de cálculo para pagamento das férias.

Além dos professores estatutários que fazem jornada suplementar, foram afetados pelas mudanças os servidores estatutários de outros setores já que a média de horas extras realizadas no ano não será mais paga por ocasião das férias e sobre ela não haverá o pagamento do terço de férias.

“Repudiamos mais essa ação que visa precarizar ainda mais as relações de trabalho e retirar direitos dos servidores e já estamos tomando todas as medidas jurídicas cabíveis para que os servidores atingidos tenham respeitados os seus direitos”, informa o comunicado do Sindema.

 

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Diadema

Deixe uma resposta

Veja também

Santo André oferece 1.400 vagas em 14 cursos técnicos gratuitos a distância

A Prefeitura de Santo André abriu 1.400 vagas para 14 cursos de Ensino a Distância (EAD) d…