Início Categorias Cidades Contra privatizações, metroviários de São Paulo param nesta quinta (18)

Contra privatizações, metroviários de São Paulo param nesta quinta (18)

Comentários desativados em Contra privatizações, metroviários de São Paulo param nesta quinta (18)
0
5,417

Os Metroviários de São Paulo decidiram paralisar as atividades por 24 horas nesta quinta-feira (18). A greve, contra o leilão de privatização das Linhas 5-Lilás e 17-Ouro começou a partir da meia noite desta quinta. A greve é também contra a terceirização das bilheterias do Metrô e aumento de tarifas.

“A privatização leva à terceirização, que é sinônimo de precarização das condições de trabalho e renda, além da queda na qualidade dos serviços prestados à população e aumento das tarifas, o que prejudica trabalhadores do Metrô e usuários”, diz Marcos Freire, diretor Financeiro do Sindicato dos Metroviários de São Paulo.

Segundo ele, o Sindicato avaliou o resultado da terceirização em bilheterias, como a da linha 2-Verde (Vila Madalena/Vila Prudente), e confirmou o prejuízo aos trabalhadores e aos usuários. “Um bilheteiro terceirizado, por exemplo, chega a ganhar por mês menos de um salário mínimo para uma jornada de seis horas”, denuncia o dirigente.

O governo de São Paulo marcou o pregão para amanhã (19), às 9h, na sede da Bolsa de Valores de São Paulo, na Rua 15 de Novembro. No mesmo dia, a partir das 9h, os metroviários estarão em frente à Bovespa protestando contra a privatização. Além dos metroviários, o ato contará com a participação de trabalhadores de várias áreas, estudantes e movimentos sociais.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Cidades
Fechado para comentários

Veja também

Padrão Bolsonaro de comunicação desorienta a mídia tradicional

O jornal O Estado de S.Paulo demite uma cronista por ter criticado as propostas do então c…