Início Categorias Cidades Gás de cozinha, aumentos absurdos por quê?

Gás de cozinha, aumentos absurdos por quê?

0
0
4,165

A Petrobras mudou a sua política de preços para derivados. Toda semana, quando não, todos os dias, anunciam o reajuste de preço de algum dos produtos. O preço do diesel, hoje, quase se equipara ao da gasolina, o que acarreta aumento de custo para empresas de transportes e de preços para o consumidor. Isso não aparece ainda nos índices de inflação, porque a procura por produtos está reprimida.

A gasolina passou de 4 reais o litro. O que significa também aumento do álcool, já que ele acompanha em 65% o valor da gasolina. O mais incrível é o aumento do gás de cozinha, que subiu, em 4 meses, 68%.

Vale lembrar que, com o presidente Lula, o preço do gás de cozinha foi o mesmo nos oito anos de seu governo. Por oito anos, a Petrobras vendeu o gás pelo mesmo valor, as distribuidoras que tinham outros custos é que fizeram alguns aumentos do valor do botijão, que chegava em nossas casas.

Agora, a Petrobras se baseia em cotações internacionais para decidir a que preço vende seus produtos. Isto fez com que os preços subissem 68% em quatro meses. Há quem defende essa medida, dizendo que, se custa isto, é preciso repassar para o consumidor para salvar a empresa. Bobagem! Seria correto se a empresa não fosse uma grande produtora de petróleo. Em um país que não produz nada seria a política correta, mas no Brasil se produz e muito! E o preço do produto da Petrobras é infinitamente menor do que o do comércio mundial. Quanto custa para a Petrobras extrair o petróleo e refiná-lo? Isso ninguém diz. E quanto maior a produção, mais barato fica todo o processo pelo volume utilizado.

O que fez o governo Lula para manter os preços? Investiu na escala de produção. Hoje, a Petrobras foi obrigada a reduzir o refino de 2 milhões de barris por dia para 1,6 milhão. E foi obrigada pelo atual governo a importar os derivados necessários. Isso fez os preços explodirem. As petroleiras norte-americanas estão ganhando horrores, vendendo derivados para o Brasil. Vejam os volumes importados e vão entender o que estou dizendo.

O governo Temer isentou de impostos varias petroleiras que vieram para o Brasil. Um bilhão de reais em 25 anos. Vi muita gente falando disso, mas não vi tanta gente reclamando da mudança dos volumes produzidos e do aumento dos importados.

Essa política de preços é como tudo que o governo Temer faz: tirar dos pobres para dar aos ricos. E agora que ele não tem candidato para substitui-lo e dar continuidade a esse processo, está se aproximando de Alckmin, que está morrendo de vontade de ser o presidente que vai continuar a tirar os nossos direitos.

Vamos procurar entender o que está por trás da notícia, sempre!

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Cidades

Deixe uma resposta

Veja também

Mauá vai aumentar em 20% arrecadação com o IPTU em 2018

Os vereadores de Mauá aprovaram correção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) pa…