Início São Bernardo do Campo Prefeito Orlando Morando sofre derrota na Justiça

Prefeito Orlando Morando sofre derrota na Justiça

0
0
1,797

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou, por unanimidade (3 votos a 0), que a Prefeitura de São Bernardo volte a operar com a empresa Octágono o pátio de recolhimento de veículos infratores. Além da derrota na Justiça, o prefeito Orlando Morando (PSDB) vai ter de justificar porque razão suspendeu o contrato com a Octágono e gastou R$ 3,3 milhões com a contratação da Trans Braçal, sem licitação, por seis meses.

A decisão do TJ-SP determina que a Octágono retome a concessão dos serviços de recolhimento e guarda de veículos no pátio de São Bernardo imediatamente.

Dois pontos chamam a atenção neste contrato emergencial: primeiro, a Trans Braçal vai receber da Prefeitura independentemente de recolher veículos apreendidos; e segundo, pelo cálculo realizado, será pago um valor mais caro pelo serviço, o que vai gerar um prejuízo mensal de R$ 450 mil para a Prefeitura. Uma pergunta fica no ar: esse é o motivo do sumiço das blitzes na cidade?

A briga entre a Prefeitura de São Bernardo e a empresa Octágono começou em março deste ano. Contratada na gestão Dib e renovada pelo governo Luiz Marinho, por 10 anos, a Octágono administrava os pátios da cidade, mas o atual prefeito Orlando Morando decidiu encerrar o contrato alegando irregularidades. Por conta do imbróglio, a Prefeitura contratou, emergencialmente, em julho deste ano, outra empresa para cuidar do pátio.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em São Bernardo do Campo

Deixe uma resposta

Veja também

Mauá vai aumentar em 20% arrecadação com o IPTU em 2018

Os vereadores de Mauá aprovaram correção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) pa…