Início Diadema Câmara de Diadema terá de exonerar 101 comissionados 

Câmara de Diadema terá de exonerar 101 comissionados 

0
0
874

A Câmara Municipal de Diadema vai perder 101 cargos comissionados até março do ano que vem. A decisão é do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que determinou que a exoneração dos cargos deve ser feita em um prazo de 120 dias.

A medida foi tomada após representação da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), do Ministério Público paulista, questionando a livre nomeação sem concurso público na Câmara da cidade. O número representa cerca de 57,5% dos funcionários do Legislativo.

Atualmente, cada vereador de Diadema conta com sete assessores. Com a decisão do TJ-SP, os parlamentares perderão quatro cargos em comissão, ficando com três. As exonerações também atingem cinco assessores ligados à presidência da Câmara, bem como outros 12 funcionários de carreira que exercem cargos em comissão.

O Legislativo terá de se preocupar, também, com as atribuições dos cargos e o nível de escolaridade, pois, a exemplo do que ocorreu nas câmaras municipais de São Caetano, Mauá e São Bernardo, os funcionários terão de ter ensino médio ou superior completos, dependendo da função que venham ocupar.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Diadema

Deixe uma resposta

Veja também

Mauá vai aumentar em 20% arrecadação com o IPTU em 2018

Os vereadores de Mauá aprovaram correção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) pa…