Início Categorias Cidades Reforma trabalhista entrará em vigor só em novembro de 2018 para metalúrgicos e químicos da CUT de SP

Reforma trabalhista entrará em vigor só em novembro de 2018 para metalúrgicos e químicos da CUT de SP

0
0
2,149

Para metalúrgicos e químicos da CUT (Central Única dos Trabalhadores), do Estado de São Paulo, a Reforma Trabalhista, horrorosa, desumana e cruel com os mais fracos, vai valer apenas a partir de novembro do ano que vem.

Estas duas categorias fizeram um excelente acordo nas negociações deste ano, em suas datas bases, e colocaram uma cláusula que diz claramente que, qualquer mudança nas relações de trabalho, não poderá ser feita por nenhum representante interno das fábricas se ele não for assistido pelo sindicato. Com isto, este negócio de jornada intermitente, adicionais noturnos, jornadas de trabalho, férias, segurança no trabalho etc. continuam exatamente como estavam.

Nesta segunda-feira (13), o Sindicato dos Metalúrgicos realizou um seminário em sua sede para discutir o dia seguinte à reforma trabalhista com a participação de um Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho e uma Procuradora do Ministério Publico do Trabalho. Os dois foram enfáticos em dizer que o que foi aprovado pelo Congresso Nacional fere a Constituição Federal, não pode ser aplicado e que nem os juízes responsáveis irão aplica-los neste momento. Quem quiser assistir às palestras, transmitidas pela TVT, clique aqui.

Óbvio que sempre há um infeliz em busca de seus dez minutos de fama, caso de um juiz que já condenou um trabalhador na Bahia com base na nova lei. Tenha a certeza que todos os que julgarem pela Constituição não terão nenhuma notinha em qualquer dos grandes jornais do País.

A conclusão do seminário, que contou ainda com a participação da senadora Gleisi Hoffmann e do presidente da CUT Nacional, Wagner Freitas, é a de que é preciso continuar lutando para que esta reforma inconstitucional não seja implementada como querem os empresários.

Sindicalização, sindicato forte e organização dos trabalhadores fazem toda a diferença neste momento.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Cidades

Deixe uma resposta

Veja também

Natal solidário: compre presentes produzidos por seu vizinho

A um pouco mais de um mês do Natal, muita gente deve estar pensando no que dar para filhos…