Início Categorias Geral 30 de outubro, 38 anos sem Santo Dias

30 de outubro, 38 anos sem Santo Dias

0
0
644

Santo Dias, metalúrgico de São Paulo, militante da Pastoral Operária e da Oposição Metalúrgica, da direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, foi brutalmente assassinado pela Policia Militar do Estado em frente à fábrica de lâmpadas Silvania, no dia 30 de outubro de l979, durante um piquete, em uma greve que reivindicava mais salários e mais direitos.

Naquele ano de 1979, o sindicato de pelegos não assumiu a greve como deveria e os militantes é que foram para a linha de frente. Traidores sempre houve, aliás, são os mesmos que hoje negociam nossos direitos no Congresso Nacional.

Santo Dias foi mais um lutador das causas populares a dar sua vida, movido por sua fé, nas lutas de nosso povo. Sua história aparece no filme Eles Não Usam Black Tie, em músicas como a cantada por Elis Regina, o Bêbado e o Equilibrista, e em centenas de filmes, livros e artigos.

Sua morte não foi em vão. Muitos avanços se conseguiu a partir das lutas dos anos 1970, avanços em direitos, avanços em conquistas e avanços em organização popular. Ele foi mais um em meio a outros tantos anônimos que sempre lutaram para que tivéssemos uma vida melhor.

Neste momento político atual, em que um governo ilegítimo tenta retirar nossos direitos, lembrar de Santo Dias é fortalecer nossa fé na luta por uma vida melhor.

Santo Dias presente na luta do povo brasileiro.

Carregar artigos semelhantes
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

Veja também

Natal solidário: compre presentes produzidos por seu vizinho

A um pouco mais de um mês do Natal, muita gente deve estar pensando no que dar para filhos…